quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Homem sobrevive após ser atingido por carro e vídeo viraliza na web; veja

video
Vítima sofreu fraturas expostas, mas ainda conseguiu se levantar em SP. Octávio afirma que não guarda mágoa de suspeito, mas quer encontrá-lo.

Um vídeo de um acidente impressionante registrado em Praia Grande, no litoral de São Paulo, foi divulgado, nesta quarta-feira (3), pela própria vítima nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver o homem andando por uma rua do bairro Ocian quando um carro o atropela e o lança a metros de distância. A vítima sofreu fraturas expostas, mas ainda assim conseguiu se levantar e já se recupera em casa. O vídeo foi divulgado com o intuito de encontrar o responsável.
Apesar de estar bem, Octávio ainda está com gesso

O acidente ocorreu nas primeiras horas do dia 15 de janeiro. O gráfico Octávio Pimentel Andrade Neto havia saído de casa para encontrar um conhecido, mas voltou para casa após saber que ele iria demorar para chegar. “Eu estava a cerca de 30 metros de casa e vi o carro vindo na direção contrária. Como vi que ele estava no meio da rua não olhei mais e quando voltei a olhar para frente o farol já estava em cima de mim”, explica a vítima, que andava no meio da rua no momento da colisão.

Após ter sido atirado a metros de distância do local da colisão, o motorista deixou o local, mas voltou minutos depois e passou pela vítima novamente. “Eu não quero processar o motorista nem nada, só quero que a pessoa venha conversar, perguntar se estou precisando de alguma coisa e pedir desculpas”, conta.

Depois de ter sido atropelado, Octávio diz que foi levado até o Hospital Irmã Dulce, onde foi constatado que ele havia sofrido diversas fraturas, inclusive uma fratura exposta no crânio. “Fiquei 13 dias internado, tomei 40 pontos, tive fratura exposta, estou com o nariz quebrado em três partes, fraturei o cotovelo e a tíbia”.

Octávio afirma que não tem inimizades e acredita que o motorista talvez estivesse alterado. “Talvez ele estivesse com sono, ou bêbado. Infelizmente ninguém conseguiu identificar a placa do carro até o momento”.Um boletim de ocorrência foi registrado e a vítima conta que está em contato com os investigadores, que afirmam que seguem tentando descobrir a identidade do condutor. “Um investigador me disse que se ele não me atropelasse iria bater em um poste provavelmente. Tirando isso, eles não me disseram mais nada para não atrapalhar as investigações”, explica.

Apesar de o acidente ter ocorrido no dia 15 de janeiro, o vídeo só foi divulgado, pela própria vítima, nesta semana. A ideia de colocar o vídeo nas redes sociais tem como objetivo encontrar o responsável pelo acidente. Até a manhã desta quinta-feira (4), as imagens já haviam sido compartilhadas mais de 20 mil vezes. “Espero que localizem o motorista”, conclui.
Octávio passou 13 dias internado no Hospital Irmã Dulce no litoral de SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui