quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Tímida, Globeleza Érika Moura diz que ainda está se acostumando com a fama: ‘De cabelo preso, pouca gente me reconhece’

Enquanto Érika Moura fazia caras e bocas para as fotos, uma menina que passava comentou: “Parece a Globeleza!”. Era ela mesmo que, tímida, preferiu não se identificar. “E se ela comentar que eu sou mais bonita na TV”, diverte-se a jovem de 23 anos, que emplaca seu segundo ano no posto.

O local escolhido para as fotos foi a sede do Fluminense, na Zona Sul do Rio, para celebrar as Olimpíadas, que começam em agosto. E ninguém poderia representar melhor a relação entre samba e esporte do que a morena que acumula as funções de passista e estudante de Educação Física: “Consegui entrar na faculdade depois que virei Globeleza”.
Érika Moura entrou na faculdade graças ao posto de Globeleza 

Érika Moura não tem planos de morar no Rio 

Ela tem planos profissionais ambiciosos, e sonha montar uma academia de dança com o namorado, Gabriel Henrique. O empreendimento será inaugurado em São Paulo, onde ela mora e pretende ficar, apesar das visitas frequentes ao Rio: “Estou adorando vir aqui sempre, mas é lá onde estão minha família e meus amigos, não penso em mudança”.
Érika Moura posou inspirada nas Olimpíadas do Rio 
A vida de Érika ainda teve outras mudanças de um ano para cá. A musa, que adorava usar tênis, já está se rendendo ao salto alto. “Estou aprendendo a gostar, agora já coloco um saltinho para sair à noite”. E com a vida de celebridade ela vem se acostumando. Os outros é que às vezes têm dificuldade para reconhecê-la: “Quando estou de tênis e o cabelo preso, pouca gente me reconhece”.
Érika Moura posa na sede do Fluminense, na Zona Sul do Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui